O OFÍCIO DE UM DIÁCONO

Fonte Ensinai - 04/07/2013 - 15h49min Imprimir

Em Atos 6.1-6, lemos que os apóstolos, preocupados com o acú¬mulo de funções, que poderia prejudicar o ministério da Palavra, resolveram escolher sete homens cuja função seria “servir às me¬sas” (v. 2 [ARA]). A palavra “diácono” não é usada aqui no original, apenas o verbo relacionado a esse termo.

Os “diáconos” são mencionados claramente em Filipenses 1.1, embora essa passagem não faça referência às suas funções. Mas a expressão “servir às mesas”, citada anteriormente, parece indicar as funções administrativas das quais também são incumbidos os diá¬conos de hoje.

Em Romanos 16.1, Paulo menciona “a nossa irmã Febe, que é diaconisa da igreja de Cencreia” (NTLH). A palavra original tradu¬zida por “diaconisa” serve tanto para o elemento masculino quan¬to para o feminino. Por isso, não é certo que o apóstolo esteja se referindo a uma diaconisa, pois a exigência de que o diácono seja “marido de uma mulher” (1Tm 3.2) claramente indica um ministé¬rio exercido por elementos masculinos. No entanto, há evidências históricas de que já no século II havia mulheres exercendo a função de diaconisa na igreja.

Fonte: Livro do Ensinai – Ministério Cristão. Edição 2012, p. 26.

COMPARTILHAR
COMENTÁRIOS
Nome:
E-mail:
Comentário:
 
1

 

Contato
(41) 3259-4334
contato@ensinai.com.br

Redes Sociais